Escrever, ainda que sobre alguém, é o processo mais doloroso que existe



Escrever é um processo solitário. Olho pra mim mesmo com aspereza e tiro o que de pior há sobre a maneira como permito escorrer. Nas relações afetivas ou amorosas, no cotidiano brusco e na queda fatal. Debruçar-se nos fatos, tarde da noite, virou rotina. já não durmo como antes, não sei se algum dia dormi. Não lembro da paz invadindo meus brônquios. Semana passada outra crise de ansiedade deitou nos meus ombros. Choro copiosamente por pessoas que nem existem, porque eu as inventei no meu imaginário social. Escrever, ainda que sobre alguém, é o processo mais doloroso que existe. A cabeça pesa e flutua. Ás vezes não tem força divina que te resgate e você ainda acha que é salvação estraçalhar a goela gritando pra dentro uma solidão que é sua mas faz os outros tentarem — e só tentarem — te compreender. Escrever é o ato, no entanto, mais corajoso que existe. Você coloca uma arma contra a própria cabeça e às vezes dispara. A arma pode ser sua própria desesperança nas coisas. A fé ruindo feito qualquer prédio antigo do centro da cidade. A saudade de alguém que nunca esteve. E mesmo assim você escreve porque é o que te parece mais natural e inviolável, afinal, ninguém colocaria todos os edemas nas folhas de papel como você. Olho pra mim tentando não capturar os centímetros da sua pele que ficou no sofá. O fogo da solidão começa a arder as pernas, ombros, por fim o peito. Contenho-me pra não parecer desesperado ou ansioso. Falho na minha própria fuga de adulterar memórias pra que eu não consiga senti-las, mas eu ainda sinto os olhos arderem, a respiração tremular, o oco do mundo me atravessando a nuca, a solidez. Que escrever é como despir a parte mais honesta e frágil de si próprio pra que os outros, com a frieza de dois ursos, comecem a interpretar o ser humano. Será que sou? Ás vezes não tem força divina que me resgate.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s