Não existe amor sem liberdade


Ser livre para amar e amar por ser livre. Se apenas uma única verdade pudesse ser escrita sobre o amor, essa seria a minha. Traduz toda a essência do meu pensamento. Apesar de poética, é bastante realista. Nunca em toda a história estivemos tão livres para amar. Obviamente, ainda distantes da perfeita igualdade entre todos os indivíduos. Da total ausência de julgamentos. Mas algo é inegável: evoluímos O amor como conhecemos hoje nasce com essa liberdade. Preservá-la é fundamental para o sentimento permaneça vivo. Enxergar o outro como ser totalmente livre e não uma extensão do meu eu. Reconhecer a sua independência e a beleza de poder me escolher entre tantas possibilidades. Mais ainda, aceitar se um dia deixar de ser a alma escolhida. Afinal, a liberdade do outro é p reflexo da minha vida. Sem ela, não existiria o amor. Inclusive na sua mais prazerosa forma: a recíproca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s