Cara, o seu tempo acabou


Até ele notou a minha mudança nesses últimos dias. E mudei mesmo. Não porque eu quis, mas porque deveria mudar. Simplesmente aconteceu. Parei de ser aquela garota que mandava indiretas e enchia o celular dele de mensagens. Parei de me importar com quem não liga para a minha importância. Parei mesmo. E ele sabia que algo tinha acontecido e não demorou muito para aparecer lá no portão de casa com aquela cara de sínico dizendo um monte de coisas bonitas, fazendo juras de amor como se nada tivesse acontecido, sendo que, naquele momento, tudo que ele falava, já não acrescentava em mais nada. Chegou com aquela cara de pau como se tudo estivesse bem. E tava. Estava muito bem pra mim e pro meu coração. Caiu a minha ficha e naquele dia eu tinha acordado pra vida que o lugar que ele tava ocupando aqui dentro era enorme e que eu precisava, urgente, fazer uma limpeza e mandar tudo aquilo que eu sentia e que não era recíproco, embora. Sim, pra bem longe. E mandei, amiga. Joguei fora tudo aquilo que não me servia mais e passei a ocupar o vazio – dele – só de coisas boas. E foi aí que olhei para aqueles olhos brilhando de arrependimento como se tivesse perdido uma grande Mulher. E tinha, viu? Perdeu mesmo. E cá entre nós, sem querer ser a má da história e querer discutir com ele, amiga, eu apenas disse balançando a cabeça negativamente:” ― Cara, o seu tempo acabou!” E fui. Fui viver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s