A vida dos desapegados


A vida dos desapegados é dinâmica, corrida, e pouco compreendida, é foguete enviado sem destino, é amar de dia, discutir via whats a tarde e procurar outro destino a noite… Incrível é poder conhecer alguém que age de acordo com os instintos mais básicos, sentimentos a flor da pele, como um bicho arisco a sentimentos desconhecidos. Parecem com robôs bem programados, atuam cirurgicamente ao tirar qualquer resquício de saudade.

Falando assim parecem pessoas sem alma, sem qualquer sentimento de empatia, além das bandeiras e corações partidos que deixam por seu caminho. Na verdade, são frágeis, acostumados a conviverem com sentimentos mais fechados do que os externados, ao deixarem corações partidos entre seu caminho, pisam também no seu próprio que há tempos não se reconstrói.

Criam manias, trapaças, artifícios, são viciados em afeto, em carinho, talvez sejam monstros que se divertem da frustração que deixam ao sumirem, talvez pessoas que não saibam lidar com sentimentos bons, talvez não se acham dignos de algo assim.

E por mais teorias que existam, é incrível a ironia de alguém que jura de pé junto que não consegue gostar de ninguém, em como se esforça para ter atenção de alguém. Afinal se é desapego por qual motivo querer tanto alguém por perto para sumir entre mensagens não visualizadas, e respostas invasivas…

Wagner Aramian📝✔️

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s