Amor não se compra e nem se implora 


Aos poucos a gente foi se apagando um do outro e os bons momentos foram ficando pra trás. Eu até tentei salvar, mas por não te ver fazer um esforço, fui assistindo – devagarinho – o nosso amor morrer. Aos poucos aquilo que fazia a gente dormir sorrindo e acordar feliz foi perdendo o encanto. Aos poucos a gente foi se distanciando um do outro nos considerando dois estranhos. Não dava para viver dentro de um amor no qual só eu alimentava e mesmo assim sentia fome. Amor não se cobra, não se compra e nem se implora. Amor tem que ter a ajuda do outro; a troca de carinho e a coletividade. E foi nessa hora que eu tive que partir, cara, pois não aguentava mais carregar um amor sozinho nas costas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s