Bom dia


Não sei se você sabe, mas os meus primeiros ”bom dia” sempre foram seus. Eu acordava e já te respondia nas pressas. Parecia uma obrigação, mas não era isso, e sim, o meu jeito de te cuidar à distância. Não tinha ninguém mais importante que você. Era só você e ponto. Às vezes até esquecia de responder alguém só por me distrair olhando pra’quelas fotos que você costumava trocar dizendo que tinha enjoado e eu bobo vivia elogiando: ”Mas nessa você tava tão linda, amor”. Não sei se você notava a rapidez de te responder, porque cada mensagem sua que chegava pra mim, era um sorriso no rosto e um susto no coração. Não sei explicar, sabe; mas quando eu gosto; sou assim mesmo; preocupado e todo atencioso. Nada me atrapalha, impede ou prejudica. Pra quem gosta não há desculpas e nem falta de tempo prá – pelo menos – mandar uma mensagenzinha perguntando se tá bem. Porque quem gosta, faz de tudo, principalmente, a ser mais presente. Óh, vou até te contar um segredo; eu não sei ser tão descarado assim; sem escrúpulos e desavergonhado, mas em todas as vezes que eu mandei: ”Dorme bem e se cuida” foi querendo dizer – do fundo do coração – dorme junto comigo hoje, amor, e cuida de mim também.

Anúncios

2 comentários em “Bom dia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s